terça-feira, 17 de abril de 2012

Estar só

Eu nunca quis me sentir perdida
Eu nunca quis te magoar
Talvez eu saiba o caminho que devo tomar
Só não consiga ver com clareza
Eu queria que as coisas fossem diferentes
Não ter certeza é massacrante
Ver que faço mal a quem amo é torturante
Eu acho que devo ficar sozinha
Não sei dizer se isso é passageiro
Nem sei dizer quanto tempo preciso
A verdade é que tenho apenas perguntas
Uma total ausência de respostas
E, embora não aparente
Eu venho procurando solucionar isso
Procuro desesperadamente as respostas
Mas preciso estar só
Apenas só...



Ao som de :

Nenhum comentário:

Postar um comentário