terça-feira, 26 de outubro de 2010

Pantanal ou Terra da Garoa?

Será que um dia sentirei falta desse verde que me rodeia
Quando na selva de pedra eu morar
Quando o Ibirapuera for meu paraíso de fuga
Quando meu coração disparar
Ao cruzar a Ipiranga com a Avenida São João
Quando eu preferir o metro lotado
À duas horas de engarrafamento
Quando eu só ver animais no canal a cabo
Sim, eu sentirei falta dessa terra de ninguém
Talvez ai
E só ai
Eu ame mais esse lindo Pantanal
Do que a terra da garoa

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

O Frio

O frio chega de mansinho
Faz minha face corar
Minhas mãos gelarem
E deixa tudo com uma cor diferente
O frio chega de mansinho
Leva meu orgulho
Sei lá pra onde
O frio chega de mansinho
Faz-me pensar o quanto eu não desejo essa solidão
O quanto seu calor me é necessário
E deixa tudo com uma cor diferente
O frio chega de mansinho
E me vejo de novo aqui
Quente, no calor dos seus braços.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Nem Sei

Sinto o vento bater em meu rosto
E trazer seu cheiro com ele
Nem sei se te queria ao meu lado
Nem sei mais o que sinto por ti
Me sinto tão confusa
E aqui
Sentada
Vendo o tempo passar
A espera de alguém
Alguém que sei que não virá
Alguém que me faça esquecer
Esquecer esse amor
Esquecer você
E tudo que vivemos juntos
Por que só consigo me lembrar
Dos melhores momentos
Aqueles
Que fui a mulher mais feliz
Continuo esperando
Sentindo o vento
E com ele seu cheiro.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Não Sei Mais o Que Faço

Não sei mais o que faço

Perdida no espaço
Às vezes tudo parece fora de lugar
E por mais que eu tente
Nada vai se encaixar
Quanto mais me anulo
Mais você exige que eu me anule
Quanto mais faço seus gostos
Mais te deixo descontente
Não sei se tenho mais nervos para suportar
Estou pirando
Estou surtando
E sei que não posso partir
Sequer tenho pra onde ir
Isso esta me matando
Não sei mais o que faço
Perdida no espaço
Quero gritar
Quero chorar
Quero sumir
Mas de nada adiantaria
Já esperneei
Já gritei
Já parti
E aqui estou novamente
Parece um círculo vicioso
Mas esta fazendo mal a todos
E eu
Eu não sei mais o que faço
Perdida no espaço.

21/02/2007

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Amor Insano


Insano ...

E quem nesse mundo louco é normal?

Amor....

O que é amor?

Amor Insano ...

Não é amar mais do que amar a si mesmo

É amar verdadeiramente, com a força de 100.000 homens

É esse o amor que sinto por você

Um Amor Insano, que me faz viver, que me faz crescer

Que me faz sentir mulher

Uma mulher amada desejada

Ah... o desejo...

Desejo de me sentir sua, de você ser meu

Amor Insano que me faz sentir centrada, forte ...

Eu mesma...

Que só sou eu por conta desse amor insano que não tem explicação e sim sentimento

Sentimento é pra sentir e não se explicar

Nesse mundo em que todos pensam só em se dar bem a custa de tudo e de todos não existe lugar para o amor

Quem ama é louco

Portanto

Amor Insano ....

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Mais um ano sem você

Te esquecer
Era tudo que eu queria
Não lembrar que você existe
Não sentir seu cheiro em tudo
Não sentir seu calor
Não sentir seu abraço
Ainda, e mesmo, quando não estais
O tempo passa
E eu envelheço
Mas as coisas não mudam
Mais um aniversário se aproxima
Mais um aniversário sem você
Mais um aniversario sem suas surpresas
As coisas mais simples
Vinda de ti
Eram o que me faziam feliz
Uma rosa roubada
Uma estatua de meu rosto
Um mosaico feito a dois
Tudo era tão lindo
Agora nada me completa
Por que nada tem você
Embora estejas dentro de mim
E em tudo ao meu redor
Sinto
Mas olho e não te vejo
            07-08-07