sexta-feira, 27 de abril de 2012

Tarde de mais



Não acaba do dia pra noite
Vai morrendo
Se esvaindo
Em cada nervoso desnecessário
Em cada palavra sufocada
Em cada mentira tola que me contou
Eu sei
Errei
Errei em deixar chegar tão longe
Nunca esperei que mudasse
Apenas fui até onde pude suportar
Não, a culpa não é só sua
É minha
Por não ter sido impositiva o suficiente
Por não ter gritado quando era preciso
Por ter “deixado pra lá”
Tanta coisa que me machucava
Pouco a pouco
Martelando sob o ferimento
E eu ia me blindando
Não é simples acordar e me dar conta
Acabou
Simplesmente se foi
Sei que fizeste o possível
Sei que vinha tentando mudar
Mas não é simples dizer: é tarde de mais

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Melhor Amigo



Podia ter sido tudo diferente
E hoje
Podíamos nem nos falar
Mas que bom
Você é mais que meu melhor amigo
Não me arrependo de nada
E me orgulho de ser sua amiga
Ou algo muito além disto
Te admiro
E não é nenhum segredo
Sem pré-conceitos
Não fico encabulada
E sei que não sou “mal entendida”
Ou mal interpretada
Não fez click
E sou grata a Deus por isso
Talvez você seja meu único real amigo
Não tenho
Nem preciso ter
Mascaras com você
Sou eu
Nada mais
Só eu.

           [escrito em 10-02-2006]

terça-feira, 24 de abril de 2012

Manter-se em pé

Pra que tanto alarde
Eu sei
Não é simples assim
Mas aprendi a ser pratica
Não deu
Segue em frente
O mundo não para de girar pra gente curar nossas feridas
Simples assim
Eu sei
Não é bem assim
A gente acostuma com certas coisas
Mas o tempo é o senhor de todos os males
E tudo cura
Tudo cicatriza
Não sou gélida
Nem sou desprovida de sentimentos
Só aprendi a levantar depressa....

terça-feira, 17 de abril de 2012

Estar só

Eu nunca quis me sentir perdida
Eu nunca quis te magoar
Talvez eu saiba o caminho que devo tomar
Só não consiga ver com clareza
Eu queria que as coisas fossem diferentes
Não ter certeza é massacrante
Ver que faço mal a quem amo é torturante
Eu acho que devo ficar sozinha
Não sei dizer se isso é passageiro
Nem sei dizer quanto tempo preciso
A verdade é que tenho apenas perguntas
Uma total ausência de respostas
E, embora não aparente
Eu venho procurando solucionar isso
Procuro desesperadamente as respostas
Mas preciso estar só
Apenas só...



Ao som de :

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Hoje lembrei de você


"Se um dia fores embora
Te amarei bem mais do que esta hora"

Eu não sabia
Que sentiria tanto a sua falta
Hoje lembrei de você
E a saudade me pegou
Dos dias que ficavamos juntos
Dos fins de tarde ao seu lado
Dos papos sempre tão bons
Acho que nunca me dei conta
Do quanto você era importante
Nunca te perdi pra saber
Sempre achei que estaria lá
Mas então tentei te ligar
E você está tão longe
Não posso andar algumas quadras
E entâo te ver
E então te abraçar
E então te beijar
Mas você esta tão longe
Me dei conta do quanto me faz falta
Do quanto me fazia bem
Queria deitar-te em meu colo
E te fazer um chamego
E que a reciproca fosse verdadeira
Como sempre foi
Nunca deixei de ser sua
Nunca deixou de ser meu
Pois nunca fomos um do outro!
(escrito em 28-02-2005)



Ouvindo:

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Metamorfose

Mudo constantemente
E ainda assim, conservo minha essência
Escrever reflete bem tamanha instabilidade
As vezes escrevo mais
As vezes menos
Mas escrever é como fuga
É ganha pão
É ganhar o mundo
É ficar marcada no tempo e no espaço
Hoje eu quero o sol
Amanha eu quero o luar
Hoje o doce
Amanha quem sabe
Eu passo pela vida deixando minha marca
As vezes imperceptíveis aos olhos
As vezes irritantemente flagrante
Mas sempre inesquecível.

"E mesmo que eu faça dos meus rabiscos arte, e dos meus medos poesia, aos seus olhos serei sempre criança perdida!"