terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Fiquei Lá

Um pedacinho de mim
Deixei a exatos 1109 km
Ficou lá
Nas risadas fáceis
Nos carinhos amigos
Ficou lá
Junto com a chuva que molhou meu corpo
Em cada metrô, trem ou ônibus que peguei
Ficou lá
Em cada lugar que visitei
Em cada pessoa que abracei
Ficou lá
Na lan house no Jd. Clímax
Em Santo André
Ficou lá
No Oliveira e no Extra
E até em São Caetano
Com as risadas perdidas como eu e o Neto
Ficou lá
No parque Ibirapuera
Com cada Nacional ou Internacional que conheci
Ficou lá
Na rodoviária Tiete
Junto com os últimos abraços chorosos
Nos olhos da Patroa
Nos olhos de cada um
No abraço sem querer soltar-se do Thi,
Nego dono do sorriso mais lindo de Olinda,
Ficou no carinho do Estranho
Que de puto, nos últimos minutos, se fez emo
Eu vim
Mas deixei uma boa parte de mim
Numa cidade chamada São Paulo.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Perdi

Talvez você tenha razão
E eu tenha feito tudo errado
Sei que fui egoísta
Nesse jogo complicado
Joguei errado
Arrisquei tudo e perdi
Sim, estou triste
Mas não vou chorar
Não hoje
Não que esteja evitando as lagrimas como outrora
Não tenho mesmo vontade
Nada do que eu diga
Vai mudar o que aconteceu
Então
Sem mais porquês
O que lamento de verdade
É sentir que você já não sente mais
Não sente mais meu amor por você
Não sente mais que me importo
Foram as minhas escolhas que causaram isso
Eu sei
E lamento
Fiquei olhando a chuva
E nem vi que se afastava!
11-02-2008

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Opostos

Interessante discrepância
Você curte sertanejo
Eu amo um rock n’ roll
Você quer ir ao campo
Eu sou mesmo é urbanóide
Pra você um suco bem doce
Pra mim sem açúcar por favor
Diferenças tão pequenas
Quando me surpreendes
Com café na cama
Ou ao me ligar de madrugada
Só pra saber se estou bem
Ou ainda quando achas que estou dormindo
E acaricia meu rosto com carinho
Ainda mais quando vela meu sono
E me acorda por que sabes que sonho um sonho ruim
Entre tantos outros detalhes
Que fazes só pra me agradar
Isso tudo é só pra provar
Mais uma vez que a velha lei da física não erra:
Os opostos se atraem!
Você ilumina meu dia toda vez que me chama:
Princesa
E eu
Eu só posso é te amar

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Não Posso Negar


Eu nego o que sinto a você
Quem sabe assim me convenço
Seria perfeito, não fosse a distância
Mas tudo na minha vida tem que ter um “porém”
Ignorei seu aviso de perigo
Deixei-me envolver nos seus braços
Nada posso fazer
Nada posso cobrar
Apenas a verdade e sempre a verdade
Não se preocupe
Não vou me machucar
Tento não chorar
Mas as lágrimas não posso evitar
Mas não
Não vou me machucar
Me abraça forte
E faz cada segundo valer a pena
É o que temos
Momentos bem vividos
Cada olhar
Cada palavra de carinho
Cada gesto sincero
Cada segundo ao seu lado
É o que temos
Para passar os dias de ausência
É o que temos
Então não posso negar
Você tem razão
Eu te amo!
            05/01/2008