quarta-feira, 20 de julho de 2011

Escrever


Escrever
É o que sei fazer
É o meu trabalho
É o meu prazer
É minha válvula de escape
Não sei o que sinto
Escrevo
Estou eufórica
Escrevo
Estou magoada
Escrevo
Estou feliz
Escrevo
Acho que me expresso melhor assim
Escrevendo!
E escrevendo vou vivendo
Vendo o passado e o presente
Na minha frente se cruzarem
Não fosse a distância
Tão lamentada a tempos
Estaria agora dividida
Mais uma vez em uma encruzilhada
Como tanta outras vezes
Mas que bom
As coisas continuam em seu eixo
E eu continuo a escrever
E eu continuo a devaniar.

Um comentário: