terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Fracasso

Um dia sem musica
O sorriso deu lugar as lagrimas que,
Ainda que eu as suprimisse,
Insistiam em rebentar
Explodir
Um abraço pra me acolher
Varios abraços pra me fortalecer
Vontade de desistir
Impotência, desilusão, fracasso
Um elástico que me puxou ao ponto longínquo da partida
Um doce que quase saboriei
Uma Alegria que quase tive
E o "quase" insiste em fazer parte da minha história
Não me lembro de ter me sentido tão impotente
Não me lembro de ter me sentido tão o oposto
do que sei que realmente sou
Nunca desisti de nada
Mas confesso
É o que mais quero agora
Desistir
Não lutar
Não recorrer
Só não o faço em respeito a você
A você que acredita em mim
A você que confia em mim
A todos vocês
Que enchugaram minhas lagrimas
Que adimiraram minha força
Que contemplaram meus esforsços
Que lutaram ao meu lado
Amanha será um outro dia
E como a Fênix
Eu sei
Ressurgirei
Mas por enquanto
Me deixe só
Só com a minha dor
Só com o meu fracasso.

Um comentário: