quarta-feira, 28 de julho de 2010

Quem sou Eu?


Certo dia eu lembrava-me das minhas melhores amigas. Éramos cinco, talvez mais, porém lembro-me que nessa fase de minha vida apoiava-me nestas.

Um dia resolvi descrevê-las:

Nani, a romântica, sensível. Nunca teve medo de dizer o que sentia, pois dizia que o sentimento era algo sublime. Porém sentia certa dificuldade em agir. Mergulhava de cabeça em seus relacionamentos e por isso sempre se machucava no final.

Luna Cretus, a racional, insensível. Era uma muralha que não deixava ninguém se aproximar e muito menos saber o que tinha lá dentro. Mas também ela amou, e fingia não sofrer. Ela parecia a mais sensata de todas. Levantava-se rápido de seus tombos e isso eu admirava. Mas eu detestava o modo como fingia não sofrer, quando na verdade sofria tanto quanto as outras. Eu a amava com a mesma intensidade que a odiava.

Elaine, a amiga, alegre. Era o tipo de pessoa que todos podiam confiar, mas confiava de mais nas pessoas e não raro se decepcionava. Parecia a mais feliz de todas. Tinhas bons amigos e ficava muito triste quando algum deles se afastava. Ela amou um amigo.

Gamatria, a enigmática, mística. Via coisas que ninguém via. Sentia coisas que ninguém sentia. Sabíamos pouco sobre ela, mas ela sabia até o que não falávamos à ninguém. Eu me surpreendia com ela a cada minuto. Era de fato uma bruxa.

E finalmente eu. Quem sou eu?

Eu sou Nani, Luna Cretus, Elaine e Gamatria, depende da situação. É verdade que não consigo controlar quem represento em certos momentos, mas sou eu mesma, racional, sentimental, bruxa e amiga, com todos os prós e contras de cada uma delas.

Enfim, sou eu, sem saber quem sou. Sabendo que não sou uma máscara.

Nenhum comentário:

Postar um comentário